Home » Sem categoria » Historial

Historial

Como surgiu a AAA

A Associação Auxílio e Amizade surgiu da vontade coordenada de 56 pessoas, de reunirem conhecimentos, experiências e disponibilidades, no sentido de se colocarem ao serviço das pessoas mais necessitadas.

Cronologia

25/06/2001 – Um grupo de 21 pessoas irmanadas pelo sentimento de partilha e pelo desejo de ajuda a pessoas sem abrigo e a famílias carenciadas, reúnem-se num jantar de reflexão sobre as suas preocupações e anseios, decidindo criar um grupo de trabalho que pudesse apontar propostas directas e precisas visando o objectivo de uma ajuda coordenada e um aumento de pessoas interessadas na mesma problemática.
Financeiramente o grupo inicia as suas actividades com um fundo de maneio no valor de 800 Escudos, fruto do remanescente da despesa efectuada com o jantar.

09/07/2001– Este conjunto de pessoas reúne-se de novo, desta vez numa associação amiga que disponibilizou as suas instalações para o efeito. Nesta reunião é eleito o grupo que irá coordenar os trabalhos durante seis meses.
O projecto de trabalho é baptizado com o nome de ASSOCIAÇÃO AUXÍLIO E AMIZADE, instituição sem fins lucrativos, a qual terá como prioridade o auxílio a pessoas sem abrigo, idosos e acamados nos seus lares.
É escolhida a zona envolvente entre as Freguesias do Castelo, S. Vicente de Fora, S. Miguel, Santo Estêvão, Santiago e Sé.
Igualmente foi decidido contactar com os executivos autárquicos das referidas Freguesias, dando a conhecer o projecto e indagando dos possíveis apoios a obter por parte das referidas autarquias.

22/09/2001 – O grupo coordenador reúne-se para análise e reformulação do projecto inicial a ser presente aos demais elementos. Durante o período de Julho até à presente data, foram enviados ofícios a todas as autarquias já mencionadas a solicitar audiências para apresentação do Projecto da Associação, tendo havido boa receptividade por parte de algumas delas.

26/09/2001 – Reunião do grupo coordenador com os demais elementos para apresentação do projecto a ser enviado a diversas entidades civis, nomeadamente a Câmara Municipal de Lisboa, Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e Segurança Social, entre outras. O referido projecto foi por todos aprovado.

03/10/2001 – O grupo coordenador inicia contactos com responsáveis pelo património da Câmara Municipal de Lisboa, a fim de obter apoios, especialmente no tocante a espaços camarários para instalação dos serviços da Associação.
Tendo tomado conhecimento da existência desta Associação, e considerando que o mesmo é de interesse público, a Presidente da Associação de Retinopatia de Portugal contacta o Presidente da C.M.L. que, tendo demonstrado interesse no projecto, remete todos os contactos para a Vereadora do Pelouro da Acção Social da C.M.L.
Nesta data é requerido o Certificado de Admissibilidade e o Cartão de Contribuinte em nome da Associação.

08/10/2001 – É criado o logótipo da Associação que passa a denominar-se Fraternidade – Associação de Auxílio e Amizade, sendo requerido novo Certificado de Admissibilidade e Cartão de Contribuinte.

11/10/2001 – Nesta data verifica-se a adesão de várias pessoas, frequentadoras da Associação que, desde a primeira hora, demonstraram interesse em associar-se a este projecto. A todos os elementos é entregue, pelo grupo coordenador, um exemplar do Projecto de Estatutos da Associação, a qual, por motivos alheios à vontade de todos, não pôde utilizar o nome de Fraternidade, passando por isso a designar-se Associação Auxílio e Amizade. Fica marcada para o dia 04/11/2001 uma Assembleia de Constituição.

24/10/2001 – Realiza-se uma reunião de trabalho com o Senhor Dr. Fernando Pinto, Assessor da Vereadora de Acção Social da C.M.L, ausente por motivo de doença, por solicitação do Presidente da C.M.L., e onde é apresentado o Projecto, acompanhado por um pedido de apoio e cedência de instalações, tendo-nos sido indicados quatro locais, de possível interesse, para a instalação da Associação. Esta questão das instalações ficou de ser analisada pelo Gabinete Técnico do Pelouro de Acção Social da C.M.L.

27/10/2001 – Tendo por base os pareceres técnicos de dois advogados, o Projecto de Estatutos é reformulado com vista à sua discussão, votação e aprovação na Assembleia de Constituição.

04/11/2001 – Realiza-se a Assembleia de Constituição da Associação com a presença de cinquenta e seis Fundadores.

18/12/2001 – É lavrada a Escritura pública de constituição da Associação, no 26º Cartório Notarial de Lisboa.

26/02/2002 – É publicada a Constituição da Associação no Diário da República – IIIª Série, nº 48.

07/05/2002 – É publicada a rectificação do nome da Associação no Diário da República – IIIª Série, nº 105.

29/10/2002 – É publicada a declaração de Instituição Particular de Solidariedade Social e o reconhecimento de Pessoa Colectiva de Utilidade Pública, no Diário da República – IIIª Série, nº 250.

14/12/2003 – Realiza-se a Assembleia Geral para eleição dos Órgãos Sociais da Associação.

04/01/2004 – Tomada de Posse dos primeiros Órgãos Sociais da Associação.

You must be logged in to post a comment Login